Seu médico pediu o exame de ácido úrico? Calma! Pode ser apenas um check-up, afinal ele faz parte da lista de exames básicos que devemos fazer, pelo menos, uma vez por ano. Neste post vamos explicar melhor o que é e para que ele serve.

O ácido úrico é uma substância produzida pelo organismo e que se produzida em excesso ou em escassez, pode acarretar em sérios problemas de saúde. Normalmente o ácido úrico não causa nenhum transtorno, já que é eliminado pelos rins.

Contudo, quando há algum distúrbio renal ou exagero no consumo de proteína, ele pode dar origem a doenças como “gota” e cálculos renais, além de aumentar os riscos de acidentes cardiovasculares.

O que é o exame de ácido úrico?

É um teste que indica se a concentração de ácido úrico está reduzida, normal ou elevada. Caso a produção esteja alta (hiperuricemia), ela se acumula nos rins, chegando a causar até insuficiência renal.

Se está baixa (hipouricemia), o que raramente ocorre, pode estar associada a distúrbios como síndrome de Fanconi ou doença de Wilson, por exemplo.

Como o teste é feito?

O exame de ácido úrico pode ser feito através de um simples colhimento de sangue ou por meio de coleta de urina (quando o foco são os cálculos renais).

É preciso jejum de oito horas antes do teste e como algumas medicações podem alterar os resultados, é fundamental se informar com o médico sobre a necessidade de suspender ou não o medicamento.

Já a coleta de urina deve ser feita com o jato do meio da 1ª urina da manhã e entregue até duas horas após o colhimento (verificar horário de recebimento).

Atenção! Não interrompa o uso de nenhum medicamento sem a orientação do seu médico!

O que fazer após o exame de ácido úrico?

Após a coleta do sangue, não há nenhuma recomendação especial. Você pode se alimentar normalmente e voltar à sua rotina.

Quais os possíveis efeitos colaterais?

Apesar dos riscos serem mínimos, ocasionalmente a região de coleta do sangue pode ficar dolorida, inchada ou com um hematoma. Nestes casos, a dica é colocar uma compressa de água quente 3 vezes ao dia.

Pessoas com problemas de coagulação ou que fazem uso de anticoagulantes podem sofrer sangramento prolongado logo após colher o material. Por isso é essencial informar à equipe de coleta sobre a utilização destes medicamentos.

Quando é preciso fazer o teste?

Além de entrar anualmente na lista de exames de check-up, ele pode ser solicitado quando há suspeita de gota ou outras disfunções sistêmicas.

Gestantes também costumam fazer o teste, a fim de verificar condições específicas, como, por exemplo, a toxemia gravídica.

E os resultados?

A produção em excesso do ácido úrico tem cura, esse desequilíbrio pode ser controlado com alimentação adequada, menos estresse físico e, em alguns casos, medicação. Somente um reumatologista poderá orientar corretamente quanto ao tratamento.

Ao longo dos anos adquirimos um grande conhecimento na prestação de serviços de análise clínicas, realizando coleta de amostras e análise laboratorial conforme as necessidades de cada paciente. Quer saber mais? Mande um whatsapp clicando aqui ou ligue para 3215-5724.