Eis que você se depara com uma água brotando em seu quintal, garagem ou até em sua própria casa. E agora, o que fazer? Calma! Isso, provavelmente, é uma mina d’água.

Seria ela boa para consumo humano? Ela pode ser utilizada para algum outro fim? Como garantir a segurança no uso e consumo dessa água? Acompanhe o texto e entenda melhor.

O que é uma mina d’água?

É o local onde começa um curso de água, seja grande ou pequeno. Ele acaba eclodindo em lugares pouco naturais, como em um edifício, por exemplo, por conta de manobras de rebaixamento do lençol freático.

Como há muitas construções na cidade, muitas delas acabam ocupando o espaço das nascentes para estabelecer suas fundações.

Isso faz com que a água procure novos caminhos, alterando o nível do lençol freático para cima.

Eu posso consumir essa água?

Mesmo que a mina d’água não esteja suja ou turva, não se pode confiar em sua pureza, principalmente para consumo humano.

Primeiro é preciso saber como está a qualidade desta água para depois definir se ela será usada para consumo ou como água de reaproveitamento.

Antes de pensar sobre um uso possível para essa água, é precisar ter um laudo de análise físico-química e bacteriológica. Com resultados em mãos, é possível direcionar você sobre os próximos passos.

Leia também sobre a importância de fazer a análise de água em laboratório clicando aqui.

Ao longo dos anos adquirimos um grande conhecimento na prestação de serviços de análise de água, comparando os valores encontrados com as normas vigentes de potabilidade e avaliando se a água é própria ou imprópria para o consumo humano.

Para solicitar análises de água em nosso laboratório e entender melhor sobre a água que está “surgindo” em sua casa mande um e-mail para analisesdeaguas@laboratoriocavalieri.com.br ou ligue para (32) 3215-5724!